Conexão de banda larga

Resumo: Este artigo descreve como configurar e instalar uma câmera de rede ou servidor de vídeo Axis ao usar roteadores domésticos para acessá-la da Internet com uma conexão de banda larga.

As informações neste artigo se aplicam a todas as câmeras de rede e servidores de vídeo Axis.

Requisitos e benefícios

Ao usar uma conexão de Internet de alta velocidade, geralmente, o assinante recebe um endereço IP público acessível diretamente da Internet. Neste artigo, assumimos que o usuário está configurando uma rede local usando um roteador doméstico como D-link, Netgear, Linksys ou semelhante. A maioria desses roteadores possuem suporte a 'dyndns' (mais informações sobre isso estão disponíveis abaixo). Esses dispositivos custam entre $50 e $100 e estão disponíveis na maioria das lojas de rede ou online. Ao pagar um pouco mais, a experiência de rede pode ser ainda mais aprimorada, ao usar um roteador doméstico 802.11b/g sem fio.

O uso de tal roteador doméstico é altamente recomendado, pois ele traz alguns benefícios significativos a uma rede doméstica:

  • Ao usar a função NAT (Network Address Translation) ou mascaramento de IP, os endereços de rede serão protegidos, e os PCs serão efetivamente escondidos de ataques originários da Internet.

  • Vários PCs em uma residência podem compartilhar a mesma conexão com a Internet.

  • Outros dispositivos, como uma câmera de rede, podem ser facilmente conectados.

  • Um endereço estático (preferencialmente) ou dinâmico do fornecedor de conexão com a Internet de alta velocidade. Mais detalhes sobre IPs estáticos/dinâmicos estão disponíveis abaixo.

Configuração básica para uma única câmera

Primeiro, siga a configuração do roteador doméstico. Geralmente, eles obtêm um endereço IP da Internet usando DHCP do ISP (provedor de serviços de Internet) que, a partir de agora, será chamado IP de WAN. Basicamente, isso é transparente ao usuário, mas é necessário para acessar a câmera de rede externamente.

Na rede local, o roteador terá um endereço local. Geralmente, ele é 192.168.0.1. O roteador doméstico, em seguida, age como um servidor DHCP, atribuindo endereços IP na rede local. O padrão é que esses endereços sejam atribuídos de 192.168.0.100 para cima. Isso deixa espaço para IPs estáticos que são o que a câmera de rede Axis precisa. Portanto, bons exemplos de números são endereços IP a partir de 192.168.0.50 em tal ambiente. Esses endereços precisam ser configurados manualmente e recomenda-se que isso seja feito após o roteador doméstico ser instalado. Em seguida, atribua o endereço IP à câmera como descrito no Guia de Instalação/Manual do Usuário da câmera.

Uma vez que a câmera tenha seu número IP definido, as imagens deverão ser visíveis na rede local usando um navegador da Web. Desative quaisquer configurações de proxy no navegador (isso é normalmente desativado por padrão) e, em seguida, insira o endereço IP da câmera no campo de endereço dos navegadores (por exemplo, 192.168.0.50). A imagem deve estar agora visível.

Para disponibilizar a câmera externamente, use a função 'encaminhamento de porta' do roteador doméstico. Esse recurso está disponível na maioria dos roteadores. Especifique que a porta 80 do IP da WAN deve ser apontada para a porta 80 do IP local 192.168.0.50 (câmera Axis). Isso agora tornará a câmera acessível na Internet, desde que o endereço IP da WAN seja conhecido. Isso pode ser encontrado na página de status da configuração dos roteadores domésticos. A câmera de rede agora está ao vivo na Internet.

Quando a câmera estiver ao vivo na Internet, lembre-se de que qualquer um na Internet poderá monitorá-la. Se privacidade for necessária, a Axis recomenda enfaticamente que a exibição anônima seja desativada ou a senha da câmera seja alterada do padrão (para câmeras mais antigas).

Usando várias câmeras com um roteador doméstico

Primeiro, defina as câmeras de acordo com a configuração básica. Neste exemplo, considera-se que haja 5 câmeras com endereços IP no intervalo de 192.168.0.50 a 192.168.0.54.

Há apenas um endereço IP de WAN disponível, será necessário usar diferentes portas no roteador. Como exemplo, o protocolo HTTP usa, por padrão, o número de porta 80. A maioria dos números de portas abaixo de 1024 são padronizados, mas eles podem ser usados se necessário. No entanto, é altamente recomendado não usar números de porta abaixo de 80, pois alguns serviços comuns confiam neles. Neste exemplo, portas 81 e superiores são usadas.

Para configurar diferentes câmeras, portas no IP da WAN devem ser mapeadas individualmente para os endereços IP de câmera internos. Assumindo que haja 5 câmeras, eles podem ser mapeados de acordo com a tabela abaixo. Este exemplo assume que o roteador doméstico pode mapear um número de porta para outro número de porta de endereços IP (por exemplo, fazer com que a porta 80 de todas as câmeras seja mapeada para diferentes portas na WAN). Em alguns roteadores, isso não é possível. Em seguida, o usuário deve configurar as câmeras locais de forma que elas usem o mesmo número de porta externo. A porta HTTP nas câmeras pode, normalmente, ser alterada em Network settings (Configurações de rede) na seção de administração da interface da Web incorporada. Uma vez alterada, não será possível acessar as câmeras usando a porta HTTP padrão e o usuário sempre deverá usar o novo número de porta como na tabela abaixo:

IP da WAN Porta IP local URL local sem mapeamento cruzado de portas
x.y.z.q 80 192.168.0.50 192.168.0.50
x.y.z.q:81 81 192.168.0.51 192.168.0.51:81
x.y.z.q:82 82 192.168.0.52 192.168.0.52:82
x.y.z.q:83 83 192.168.0.53 192.168.0.53:83
x.y.z.q:84 84 192.168.0.54 192.168.0.54:84

 

Neste ponto, as câmeras podem ser vistas externamente da Internet. Lembre-se da privacidade.

Endereço IP estático ou dinâmico?

A maioria dos ISPs fornece um IP dinâmico a um assinante que, em teoria, pode ser alterado a cada hora. No entanto, é uma prática comum manter o mesmo endereço IP pelo tempo em que a conexão permanecer ativa. Portanto, desde que não haja tempo de inatividade, o IP permanecerá igual, e mesmo que a conexão seja reestabelecida após um período de inatividade, um novo endereço IP será atribuído. O melhor cenário será se o ISP puder fornecer um IP estático o que garantirá que o IP não seja alterado.

O endereço IP da WAN pode ser encontrado na página de status do roteador doméstico. Anote isso e experimente as câmeras.

Mais provavelmente, o ISP não informará a um usuário se seus endereços IP dinâmicos são realmente alterados ou não (embora perguntar a ele seja recomendado) A única maneira segura de saber é por tentativa e erro. Use o roteador doméstico por algumas semanas e anote o endereço IP da WAN. Se ele mudar, se tornará mais difícil disponibilizar as câmeras facilmente na Internet. Informações sobre isso estão disponíveis em www.dyndns.org .

Obtenção de um nome de domínio para as câmeras

Como lembrar o endereço IP de um site é tedioso, é preferível manter um nome de domínio pessoal (por exemplo, www.joecamera.com). Há três maneiras de obter um nome de domínio que a Axis pode recomendar:

  • Registre um domínio usando alguns dos sites de DNS dinâmico populares, por exemplo, o serviço de DNS DYN (www.dyndns.org).

  • Registre um domínio real em qualquer registrador de domínio, por exemplo, www.register.com

  • Use o Axis Internet Dynamic DNS Service (aplicável à nova geração de produtos com firmware versão 4.xx)

Veja também: Instalação com um clique e Axis Internet Dynamic DNS Service (pdf).

Importante: A Axis não se responsabiliza por como essas alterações de configuração podem afetar o seu sistema. Se a modificação falhar ou se você obtiver resultados inesperados, talvez seja necessário restaurar as configurações padrão de fábrica descritas no Manual do Usuário.