Close up of officer pushing button on Body Worn camera
Cidades

Garantindo uma crônica de evidências corroborantes

Organização: Auburn, NH, Departamento de Polícia
Localização: Auburn, New Hampshire, Estados Unidos
Necessidade do cliente: Segurança pessoal, Segurança pública
Auburn, New Hampshire, Estados Unidos, 

O Departamento de Polícia de Auburn utiliza câmeras de uso corporal Axis para capturar as interações dos policiais, gravar entrevistas nas ruas e melhorar a precisão dos relatórios de incidentes. As câmeras também registram o movimento dos olhos que podem indicar que o motorista está incapacitado para dirigir.

Missão

Com o governador de New Hampshire já exigindo que a polícia estadual utilizasse câmeras de uso corporal, o Departamento de Polícia de Auburn em New Hampshire sabia que era hora de seus agentes fazerem o mesmo. Em vez de adotar sem questionar um produto obrigatório que poderia não ser adequado para sua força policial, o departamento decidiu comprar sua própria solução de câmeras de uso corporal. Dois critérios principais vieram à tona. A solução precisava ser de uso intuitivo e o vídeo precisava ser armazenado localmente em um dispositivo segregado da Internet para evitar possíveis ataques cibernéticos.

Solução

A Pelmac Industries, uma empresa de sistemas de segurança e parceira ouro da Axis Communications, apresentou ao Departamento de Polícia de Auburn a solução corporal da Axis – câmeras leves que ligam com um único toque, estações de acoplamento com vários compartimentos que descarregam vídeo ao mesmo tempo que recarregam as câmeras e um controlador de sistema para enviar o vídeo da estação de acoplamento para um servidor local seguro. A solução também incluiu o AXIS Camera Station Pro, um sistema de gerenciamento de vídeo (VMS) para armazenar, organizar e revisar vídeos de câmeras de uso corporal. O VMS oferece uma solução fácil para exportar vídeos para unidades de mídia e agilizar as atualizações das câmeras.

Resultado

Os policiais assistem regularmente filmagens de câmeras de uso corporal para criticar suas próprias performances e analisar maneiras de fazer seu trabalho com mais segurança. Em vez de confiar apenas em suas anotações, os policiais rotineiramente revisam suas filmagens antes de finalizarem seus relatórios de incidentes para garantir que sua sequência de eventos corresponda ao vídeo. Nos casos em que os policiais abordaram um possível motorista embriagado, as câmeras de uso corporal Axis captaram o movimento revelador dos olhos que indica que o motorista havia consumido álcool.

As câmeras de uso corporal Axis oferecem suporte excelente aos nossos agentes. Elas não apenas melhoram sua segurança nas ruas, mas também corroboram seus relatórios de incidentes com evidências forenses indiscutíveis.
Tenente Chip Chabot
Departamento de Polícia de Auburn, New Hampshire

Da agricultura à comunidade-dormitório

Situada entre as comunidades mais densamente povoadas de Manchester e Derry, a cidade de Auburn, New Hampshire, é o epítome de uma pequena cidade norte-americana. Antes uma cidade voltada principalmente para a agricultura, Auburn agora serve como comunidade-dormitório para pessoas que trabalham em Boston e em outros centros metropolitanos próximos. A beleza cênica da cidade e o estilo de vida descontraído oferecem aos residentes uma pausa bem-vinda do ritmo agitado da vida urbana, com a conveniência da proximidade das atrações da cidade grande, quando desejado.
 

Exterior of Auburn Police Department

“Mesmo sendo uma pequena comunidade-dormitório, temos nossa cota de roubos, violações de veículos motorizados e narcóticos, invasão de criminosos e coisas assim”, disse o tenente Chip Chabot do Departamento de Polícia de Auburn. "Embora tenha havido reclamações insignificantes sobre a conduta de nossos oficiais de Auburn, vimos uma erosão geral no respeito público pelas forças policiais locais em todo o país."

Quando o governador de New Hampshire assinou uma ordem executiva exigindo que toda a Polícia Estadual fosse equipada com câmeras de uso corporal e as comunidades vizinhas começaram a adotar a mesma política, o Departamento de Polícia de Auburn decidiu que era hora de seguir o exemplo.

"Nosso departamento de polícia é pequeno", compartilha o tenente Chabot. “Temos apenas 10 policiais em tempo integral e um alguns policiais em meio período. Portanto, era importante encontrarmos uma solução de câmera de uso corporal que atendesse às nossas necessidades, em vez de confiarmos em uma solução mais adequada para uma força policial muito maior."

Two Auburn police officers wearing Axis body worn cameras

Encontrando o sistema perfeito

“Não estávamos interessados em uma solução na nuvem”, afirma o tenente Chabot. "Queríamos armazenar nosso vídeo no local, desconectado da Internet, para evitar que as gravações fossem hackeadas." 

A vida útil prolongada da bateria era outro item obrigatório. "Nossos agentes trabalham em turnos de 12 horas", explica o tenente Chabot. "Queríamos baterias de câmera que durassem todo o turno."

O Tenente Chabot compilou uma lista de verificação de outros requisitos também: facilidade de usar e montar, imagens e áudio de alta qualidade e suporte ao cliente ágil. Enquanto ele investigava soluções de fornecedores diferentes, logo ficou evidente que o único sistema de câmeras de uso corporal que se encaixava nessa categoria era o da Axis. 

Lt Chabot wearing body worn camera

"Quando a Pelmac Industries nos apresentou a solução da Axis, sabíamos que tínhamos um vencedor", disse o tenente Chabot. "A ativação com um toque e o buffer de pré-gravação garantem que os policiais capturem todo o incidente, mesmo que haja um atraso para ligar a câmera."

O tenente Chabot também apreciou a alta resolução da imagem juntamente com sensores de "​amplo alcance dinâmico que permitem às câmeras gravar vídeo de qualidade, mesmo em condições de iluminação difíceis. Ele gostou do fato de os microfones duplos fornecerem supressão de ruído para aumentar a clareza da faixa de áudio. E com o sistema de montagem Klick Fast, seus oficiais podem prender rapidamente e travar com segurança suas câmeras em seus coletes ou outras vestes. 

"Baixar o vídeo e recarregar as câmeras após cada turno é realmente simples", relata o tenente Chabot. "O policial apenas coloca a câmera na estação de acoplamento e o vídeo é descarregado automaticamente enquanto a bateria da câmera é recarregada. O controlador do sistema então envia o vídeo para nosso sistema de gerenciamento de vídeo AXIS Camera Station Pro, onde é classificado na pasta digital do agente para que possa ser facilmente localizado para revisão."

Como precaução contra hackers, o software AXIS Camera Station Pro reside em um servidor isolado que não está conectado à Internet. Quando o tenente Chabot precisa enviar um videoclipe para promotores ou advogados de defesa, ele o descarrega em um pen drive e o envia de outro computador conectado à rede.

"Gostamos do fato que o vídeo permanece criptografado desde o momento em que é capturado até quando é descarregado e armazenado no servidor", disse o tenente Chabot. "Essa camada extra de segurança nos dá tranquilidade de que mesmo se alguém de alguma forma obtivesse a filmagem, não seria capaz de acessá-la." 

O tenente citou outras características do sistema que ele acredita que proporcionaram aos seus oficiais uma medida adicional de segurança nas ruas. Um é a capacidade de operar em modo furtivo, em que o policial pode desligar as luzes indicadoras e silenciar bipes e vibrações de notificação para gravar vídeo secretamente. Outra é a capacidade da câmera de começar a gravar automaticamente se detectar que o policial caiu. 

Definindo o registro corretamente

Embora o vídeo da câmera de uso corporal desempenhe um papel fundamental na separação das reclamações legítimas das falsas acusações, também ajuda os policiais a verificar se seus relatórios de incidentes refletem com precisão a sequência de eventos. "Se o relatório escrito se desviar das evidências de vídeo coletadas no local, isso pode levantar sérias dúvidas e até mesmo levar ao arquivamento de um caso", explica o tenente Chabot. 

Os detetives da força policial usam rotineiramente as câmeras de uso corporal Axis ao entrevistar testemunhas no local do incidente. "Isso realmente nos ajuda a auxiliar as vítimas de crimes porque os investigadores podem usar as câmeras para coletar depoimentos de testemunhas enquanto os detalhes do incidente ainda estão frescos em suas mentes", disse o tenente Chabot. "Ao mesmo tempo, os investigadores podem usar as câmeras para criar um registro forense do que está realmente acontecendo no local", continua ele.

Aprendendo a ser oficiais melhores

Os dados das câmeras de uso corporal são uma ótima fonte de conteúdo de treinamento para o departamento. Os policiais de Auburn são incentivados a revisar os vídeos das câmeras de uso corporal, observar o que estão fazendo certo ou errado e fazer os ajustes necessários. 

À medida que se familiarizam com a tecnologia, os policiais descobrem que as câmeras de uso corporal Axis são, na verdade, muito eficazes para capturar o movimento visual revelador que indica que uma pessoa consumiu álcool. “É um movimento involuntário do globo ocular chamado nistagmo”, explica o tenente. “Um policial pode escrever sobre isso em um relatório, mas o depoimento se torna indiscutível quando você assiste à prova em vídeo. Nosso promotor municipal está realmente ansioso para apresentá-lo ao tribunal."

Contando com uma parceria de apoio

"Embora a Axis ofereça uma ótima solução, o que fechou o negócio foi o excelente suporte ao cliente", disse o tenente Chabot. "Tanto a Pelmac quanto a Axis têm respondido muito bem às nossas necessidades, seja ajustando a sensibilidade do botão de um toque, ajudando-nos a configurar as credenciais de login para nossos agentes ou fornecendo um aplicativo móvel que permite que os agentes vejam e anexem notas ao vídeo enquanto eles ainda estão em campo e os eventos ainda estão frescos em sua memória."
 

Produtos e soluções

Woman looking out over a city

Cidades inteligentes

Torne sua cidade mais habitável com câmeras expansíveis e soluções de IoT que abordam segurança pública, mobilidade urbana e monitoramento ambiental.
Saiba mais
AXIS W100 Body Worn Camera pelo ângulo esquerdo

AXIS W100 Body Worn Camera

Produzida pensando em você

Saiba mais
AXIS W701 Docking Station 8-bay pelo ângulo esquerdo

AXIS W701 Docking Station 8-bay

Estação de acoplamento com 8 baias para câmeras de vestir Axis

Saiba mais
AXIS W800 System Controller pelo ângulo esquerdo

AXIS W800 System Controller

Para soluções econômicas e dimensionáveis

Saiba mais

Software de gerenciamento de vídeo

Fácil de usar – e perfeito para seus produtos Axis
Saiba mais

Nossas organizações parceiras

Pelmac Industries

Visitar site