Martin Luther King JR. Community Hospital entrance.
Saúde

O Hospital Comunitário MLK Jr. adota uma abordagem proativa em relação à segurança.

Organização: Martin Luther King, Jr. Community Hospital
Local: Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos
Necessidade de cliente: Gerenciamento de acesso, Segurança pública, Compliance and liability, Saúde, segurança e ambiente (HSE), Detecção de som
Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos, 

O centro de saúde usa câmeras de rede integradas com tecnologia de análise avançada para manter os pacientes e funcionários seguros.

Missão

O Martin Luther King, Jr. Community Hospital (MLKCH) tem colocado um alto grau de ênfase na segurança desde que abriu suas portas em 2013. Localizado no bairro de Willowbrook, no sul de Los Angeles, era importante para o hospital ser capaz de fornecer um espaço seguro e aberto para membros da comunidade local que precisassem de cuidados. Embora o hospital tenha usado câmeras de rede da Axis Communications desde seu início, a equipe de segurança terceirizada utilizada pelo MLKCH se mostrou ineficaz no monitoramento e manutenção do sistema. Como resultado, os administradores começaram a buscar uma solução melhor.

Solução

Graças em parte ao relacionamento existente do MLKCH com a Axis, o centro de saúde conseguiu encontrar rapidamente um sistema de gerenciamento de vídeo (VMS) eficaz, capaz de se integrar totalmente às câmeras Axis em uso atualmente. Além disso, o MLKCH foi capaz de identificar novas tecnologias inovadoras, como a integração de recursos avançados de análise de áudio com câmeras IP, que manteriam o hospital mais seguro. O hospital integrou suas câmeras ao VMS enquanto iniciava uma atualização completa da tecnologia na central de comando, permitindo que a equipe de segurança recebesse visibilidade de alta qualidade em tempo real dos alertas de segurança conforme eles aconteciam.

Resultado

Trabalhar com a Axis permitiu que o MLKCH fornecesse segurança e controle de acesso mais eficazes para o hospital como um todo, mas também personalizasse a segurança para áreas especializadas de alto risco, como a maternidade e as áreas de parto do hospital. As câmeras de rede proporcionaram à equipe de segurança uma visão nítida e clara de qualquer um que tentasse obter acesso a essas áreas de alta segurança, junto com comunicação bidirecional para ajudar a verificar sua identidade.

Além disso, os controles de segurança externos permitiram que o hospital identificasse invasores em potencial antes que eles tentassem entrar nas instalações. A implantação bem-sucedida dessas novas soluções deu ao MLKCH confiança para começar a explorar tecnologias de segurança adicionais da Axis e de suas empresas parceiras, incluindo detecção de radar e reconhecimento facial, para promover níveis ainda maiores de segurança no futuro.

O MLKCH implanta uma solução abrangente de câmeras de rede

A segurança é sempre fundamental para hospitais e centros de saúde, mas os hospitais do centro da cidade enfrentam um conjunto específico de desafios quando se trata de manter os pacientes, funcionários e visitantes seguros. Embora o Martin Luther King, Jr. Community Hospital (MLKCH) tenha estabelecido sua reputação como uma instalação segura e protegida desde sua fundação em 2013, os administradores do centro de saúde do sul de Los Angeles reconheceram a importância de tomar medidas para manter esse ambiente seguro. Para esse fim, o hospital recentemente recorreu à Axis Communications para uma grande atualização de seus serviços de segurança.

"Sempre tivemos produtos Axis no hospital", explica Mark Reed, diretor de serviços de suporte do Martin Luther King, Jr. Community Hospital. "Temos um ótimo relacionamento com a Axis. Todo o nosso sistema de segurança possui câmeras de rede Axis nos vários corredores do hospital e estamos monitorando várias atualizações nos últimos dois anos."

Exterior of Martin Luther King JR. Community Hospital, road and palm trees in front.

O hospital recentemente fez a transição de todo o seu sistema de intercomunicação de vídeo para o sistema de intercomunicação de vídeo 2N fornecido pela Axis, que permite comunicação de vídeo bidirecional em pontos de controle de acesso, permitindo que a equipe de segurança rastreie com mais eficácia quem tenta entrar. As melhorias permitiram que o MLKCH protegesse melhor áreas sensíveis, como as maternidades, restringindo o acesso apenas à equipe autorizada.

A implantação de câmeras IP da Axis em áreas comuns de alto tráfego também permitiu ao hospital reduzir responsabilidade ao se aprofundar em casos de escorregões/tropeções/quedas. Esse caso de uso específico tem o potencial de economizar dezenas de milhares de dólares em casos de responsabilidade fraudulenta para o hospital, permitindo realocar esses recursos para cuidado e proteção de pacientes.

Upgrades planejados prometem um futuro ainda mais seguro

Além das atualizações recentes de suas câmeras IP e recursos de gerenciamento de vídeo, o MLKCH trabalhou com a Axis para identificar outras tecnologias emergentes que podem ajudar a proteger melhor as instalações do hospital. De acordo com a Administração de Segurança e Saúde Ocupacional (OSHA), o risco de violência séria no local de trabalho é quase quatro vezes maior para profissionais de saúde do que em outras indústrias, e a capacidade de identificar comportamentos potencialmente agressivos ou perigosos pode ajudar os hospitais a proteger melhor não apenas os pacientes, mas também os funcionários.

"No momento, estamos no processo de instalação do Sound Intelligence, que é uma solução parceira da Axis Communications para detecção de agressões e tiros em nossa sala de emergência, saguão principal e refeitório", explica Reed. "Não apenas detecta tiros, mas também detecta agressões e quebra de janelas. Achamos que a detecção de agressões seria uma solução incrível para nós."

Path surrounded by blue decorations and palm trees, between glass buildings.

Ao integrar análises de Sound Intelligence com suas câmeras Axis em ambientes de alto tráfego e alto estresse, o MLKCH permitirá que seu sistema de segurança detecte ameaças mais rapidamente do que com câmeras IP baseadas em vídeo. A capacidade de detectar comportamento agressivo tem o potencial de permitir que a equipe do hospital resolva situações perigosas antes que elas se agravem. Além disso, o hospital está investigando a implementação de tecnologia de reconhecimento facial, principalmente em áreas de acesso controlado, para permitir que o sistema reconheça funcionários autorizados e alerte a segurança em caso de possíveis invasores.

Glass building with parts in different heights, viewed from below.

Manter as instalações do hospital protegidas em todos os momentos é uma preocupação primordial, e o MLKCH também está explorando a implantação de tecnologia de detecção de radar nas docas e em outras áreas onde deve haver pouca atividade fora do horário normal. A detecção de radar é capaz de perceber pessoas ou objetos e enviar suas coordenadas exatas para câmeras IP na área, que podem então ampliar automaticamente o invasor em potencial, sem a necessidade de ação manual da equipe de segurança. Alertas em tempo real podem ser gerados para a equipe de segurança, um recurso que interessou particularmente ao MLKCH.

Temos um ótimo relacionamento com a Axis. Todo o nosso sistema de segurança implanta câmeras de rede Axis nos vários corredores do hospital, e estamos monitorando várias atualizações nos últimos dois anos e planejando mais atualizações no futuro. Recentemente, também transferimos nossos sistemas de intercomunicação por vídeo para a solução 2N fornecida pela Axis e estamos muito felizes com isso.
Mark Reed, diretor de Serviços de Suporte, Martin Luther King, Jr. Community Hospital.

Permitindo um atendimento mais individualizado

Uma tecnologia adicional que o MLKCH está considerando implantar é o monitoramento de pacientes. Embora o hospital tenha obtido grande sucesso em manter as áreas comuns monitoradas com segurança por câmeras de rede, o MLKCH tem resistido a colocar câmeras nos quartos dos pacientes. Isso pode mudar no futuro, visto que tecnologias como câmeras térmicas podem oferecer aos pacientes de alto risco um maior grau de proteção sem sacrificar a privacidade e a identidade do paciente.

"O monitoramento de pacientes pode ajudar caso nossos pacientes caiam", diz Reed. "Nós discutimos isso. Estamos verificando se alguma dessas câmeras está nos quartos desses pacientes de alto risco, o que pode nos ajudar a chegar às enfermarias antes que eles caiam."

Hope emergency center sign, building from outside.

Enquanto o MLKCH olha para o futuro, fica claro que o sucesso de suas soluções de rede atuais forneceu aos funcionários do hospital confiança para avançar com mais tecnologias novas e emergentes. Seja para manter áreas sensíveis protegidas contra possíveis invasores ou proteger pacientes difíceis ou de alto risco de situações potencialmente perigosas para eles ou para outros, o relacionamento do hospital com a Axis Communications continuará a fornecer oportunidades para melhorar a segurança do MLKCH agora e no futuro.

Produtos e soluções

Close up of a young girl with teddy bear

Saúde

Vídeo e tecnologia conectada que ajudam a tratar mais pacientes com menos recursos, melhorando a segurança pessoal e reduzindo roubos.
Saiba mais

Intercomunicadores em rede

Com soluções de intercomunicação em rede inteligentes e inovadoras
Saiba mais

Nossas organizações parceiras

Genetec

Visitar site