Decisão lucrativa a longo prazo

O Banco de Brasília S.A. colocou todas as variáveis na calculadora e resolveu substituir o CFTV analógico pelo videomonitoramento digital em 100% das suas agências

“A parceria com a Axis, através de seus representantes, foi um dos pilares que permitiu o sucesso deste projeto. Nosso sistema de videomonitoramento está em um patamar muito elevado em comparação a outras instituições financeiras, principalmente as que ainda insistem em modelos analógicos e híbridos de câmeras.” Deivison Nery e Fabiano Cypriano, Área de Segurança do BRB Banco de Brasília S.A.

Missão

O setor bancário sempre foi mais conservador quanto à adoção do videomonitoramento IP. Parte dos profissionais do setor financeiro era relutante em abrir suas redes a mais dispositivos. Além disso, com uma ampla base de câmeras analógicas antigas, alguns gerentes se limitavam a comparar o custo inicial de uma câmera analógica com uma IP. Outros fatores acabavam não entrando na conta, como custo de manutenção ou mesmo perdas pela inutilidade das imagens em investigações. O Banco de Brasília S.A. (BRB) foi pioneiro no Brasil ao pensar diferente. Em 2010, a instituição financeira fez uma análise que levou ao abandono completo do analógico e à adoção da tecnologia digital da Axis em todas as suas 127 agências espalhadas pelo país.

Solução

As vantagens da tecnologia IP, que não alteravam significativamente o orçamento inicial proposto, levaram o BRB a investir em um projeto composto por cameras AXIS M3202, AXIS M3204 e AXIS P1343, entre outros modelos. Ao todo, foram 1.153 câmeras geridas pelo software da Digifort. Em 2015, o BRB decidiu ampliar e atualizar seu parque. A licitação conquistada pelo integrador Arcade envolveu novamente centenas de câmeras, mas desta vez com a panorâmica AXIS M3037-PVE substituindo duas ou três câmeras anteriores dependendo do layout da agência. A nova fase agregou a tecnologia de compressão Zipstream e analíticos de vídeo.

Resultado

O BRB se tornou o primeiro banco no Brasil com videomonitoramento 100% digital. A modernização do parque de câmeras permitiu a reestruturação do sistema para um modelo escalável de tecnologia aberta que permite expansões, integrações e migrações no parque atual. Os custos de manutenção caíram substancialmente. Quanto às primeiras cameras Axis instaladas em 2011, elas foram realocadas e continuaram em uso, já que apenas cinco das 1.153 cameras iniciais apresentaram problemas ao longo de 5 anos.

Related links

Câmera de Rede AXIS M3204
Câmera de Rede AXIS M3203
Câmera de Rede AXIS M3037-PVE
Câmera de Rede AXIS P1343
Câmera de Rede AXIS Q1615
Câmera de Rede AXIS P3225-LVE
Câmera de Rede AXIS P3224-LVE
Bancos e finanças

Parceiros

http://www.arcade.eng.br
http://www.digifort.com.br