Axis Superior Image Quality
axisFlexSubBanner

Velocidades de transmissão variável e constante


Com os padrões MPEG-4 e H.264, os usuários podem permitir que um a velocidade de transmissão do fluxo de vídeo codificado seja variável ou constante. A seleção ideal depende da aplicação e da infra-estrutura de network.

Velocidades de transmissão variável

Com a VBR (variable bit rate, ou velocidade de transmissão variável), um nível predefinido de qualidade de imagem pode ser mantido independentemente do movimento ou da falta de movimento de uma cena. Isso significa que a largura de banda consumida aumentará quando houver muita atividade em uma cena, e cairá quando não houver movimento. Muitas vezes, isso é desejável em aplicações de vigilância por vídeo que exigem alta qualidade, especialmente se houver movimento em uma cena. Como a velocidade de transmissão pode variar, mesmo quando for definida uma velocidade de transmissão média desejada, a infra-estrutura de rede (largura de banda disponível) deve ser capaz de dar conta de altas velocidades.

Velocidades de transmissão constante

Quando a largura de banda disponível é limitada, o modo normalmente recomendado é o CBR (velocidade de transmissão constante), pois esse modo gera uma velocidade de transmissão constante que pode ser predefinida por um usuário. A desvantagem da CBR é que, por exemplo, quando a atividade de uma cena aumentar, elevando a velocidade de transmissão além da velocidade pretendida, a restrição de manter constante a velocidade de transmissão acaba reduzindo a qualidade de imagem e a velocidade de captura. Os produtos de vídeo em rede da Axis permitem que o usuário dê preferência ou à qualidade de imagem ou à velocidade de captura caso a velocidade de transmissão aumente além da velocidade de transmissão pretendida.

Próximo tema: Comparação dos padrões

axisFlexSubContent